Cristãos podem participar de cerimônias entre pessoas do mesmo sexo? Pastor responde

  • 05/02/2024
Cristãos podem participar de cerimônias entre pessoas do mesmo sexo? Pastor responde
Cristãos podem participar de cerimônias entre pessoas do mesmo sexo? Pastor responde (Foto: Reprodução)

Com a cultura LGBT invadindo cada vez mais o ambiente das igrejas, muitos cristãos questionam se participar de um casamento entre dois homens ou duas mulheres é pecado ou não. 

Conforme o pastor Kelly Williams, em seu artigo no Christian Today, esse é um debate que gera muita pressão sobre as pessoas que tentam viver de acordo com a Palavra de Deus. 

Ele lembra que discordar do casamento gay ou de qualquer outro tema atual que vai contra a Bíblia, tornou-se um “discurso de ódio” ou “farisaísmo”, ou seja, quando a pessoa se comporta como um fariseu dos tempos bíblicos, que impunham seus preceitos doutrinários, quando eles mesmos não conseguiam cumpri-los. 

Sobre o casamento gay

Para os cristãos que realmente seguem a Bíblia, o casamento com pessoas do mesmo sexo é totalmente contrário aos valores e princípios de Deus, afinal a Bíblia ensina que Deus criou homem e mulher e que o casamento entre eles é que multiplica a vida na Terra.

Mas, “opor-se à visão progressista dos relacionamentos dos dias modernos é criar uma angústia potencial que desencadeia sobre nós o julgamento de uma sociedade que decidiu redefinir as coisas de uma forma que é contrária à Palavra”, lembra o pastor. 

Não comparecer a um casamento gay, mesmo que for de alguém da própria família, pode enviar uma mensagem ruim à sociedade? Algumas pessoas pensam assim, mas para Kelly Williams é preciso discernir a situação com sabedoria.

“Sei que não existe um versículo na Bíblia que diga: ‘Não comparecerás a uma cerimônia entre pessoas do mesmo sexo’, mas se comparecermos, o que Jesus perceberá?”, questionou. 

‘É melhor obedecer a Deus do que ao homem’

Defender a verdade enquanto demonstra amor é a melhor resposta a um convite de casamento gay, segundo o pastor em seu artigo. Ele cita Mateus 18.15-18 para defender que o pecado precisa ser denunciado.

“Isso é o que devemos fazer por aqueles que amamos e com quem nos relacionamos. Acredite, eu pessoalmente percebo o quão dolorosa e prolongada essa dor pode ser. É insuportável caminhar pela vida contra seus entes queridos por causa do Evangelho. Mas raramente a coisa certa e a coisa fácil são a mesma coisa”, explicou. 

“Jesus nunca buscou a aprovação da humanidade, Ele deixou claro que veio para fazer a vontade do Pai. É melhor obedecer a Deus do que ao homem”, continuou. “Nosso amor por um ente querido não pode contradizer a Palavra de Deus”, concluiu. 

FONTE: http://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/cristaos-podem-participar-de-cerimonias-entre-pessoas-do-mesmo-sexo-pastor-responde.html


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Essa casa é sua

Casa Worship

top2
2. Aquieta Minh'alma

Ministério Zoe

top3
3. Não pare

Midian Lima

top4
4. Ninguém Explica Deus

Preto no Branco

top5
5. Deus proverá

Gabriela Gomes

Anunciantes